Algumas pessoas possuem características diferentes, mais bem definidas e destacadas desde jovens. E o empreendedor é assim, geralmente envolve uma combinação de traços pessoais e habilidades ainda muito jovens. No Brasil e no mundo tem muitos exemplos de empreendedores jovens e de sucesso.

O empreendedorismo é uma jornada única para cada pessoa, e o sucesso precoce não é uma garantia para todos. Porém, quanto mais cedo, mais tempo se tem para conseguir corrigir as falhas no processo. Assim como, evoluir e amadurecer com mais experiência profissional que outros.

empreendedor
Empreendedores estão surgindo cada vez mais jovens.

Características de um jovem empreendedor

  • Possui uma mente mais criativa e pensamento inovador. Quando é assim, o jovem é capaz de identificar oportunidades únicas e encontrar soluções criativas para problemas;
  • Ele é resiliente naturalmente. Persiste diante das dificuldades;
  • Normalmente ele é destemido. Está disposto a sair da zona de conforto, tomar decisões ousadas e correr riscos para alcançar seus objetivos;
  • Possui uma mentalidade de aprendizado constante. Ele reconhece a importância de se atualizar, adquirir novas habilidades e está aberto a feedback e orientação;
  • É capaz de se adaptar rapidamente a mudanças e enfrentar novos desafios é uma característica valiosa;
empreendedor
Empreender é construir os sonhos na realidade.
  • Possui habilidades de liderança, como comunicação eficaz, capacidade de delegar tarefas e inspirar e motivar os outros;
  • A capacidade de construir e cultivar uma rede de contatos, é natural. Ele busca oportunidades de networking e tem disposição para participar de eventos e conectar-se com pessoas.

Exemplos incríveis de empreendedores jovens

Jovem empreendedor

  • Mark Zuckerberg: Fundador do Facebook, Mark Zuckerberg começou a programar desde muito jovem. Inicialmente, ele criou uma versão primitiva de uma rede social chamada “Facemash” enquanto ainda era estudante em Harvard. Ele eventualmente transformou essa ideia no Facebook, que se tornou uma das maiores empresas de tecnologia do mundo.
  • Evan Spiegel: Co-fundador do Snapchat, Evan Spiegel desenvolveu o aplicativo de compartilhamento de fotos enquanto ainda estava na universidade. Ele abandonou os estudos para se concentrar no desenvolvimento do Snapchat, que se tornou extremamente popular.
  • Richard Branson: Fundador do Virgin Group, Richard Branson mostrou habilidades empreendedoras desde a adolescência. Aos 16 anos, ele fundou uma revista chamada “Student” e, posteriormente, expandiu seus negócios para criar a Virgin Records, Virgin Atlantic Airways e várias outras empresas de sucesso.
empreendedor
Jovens empreendedores criaram ferramentas para você empreender.
  • Catherine Cook e David Cook: Os irmãos construíram o MyYearbook, uma rede social voltada para estudantes do ensino médio, quando tinham 15 e 16 anos, respectivamente. A empresa cresceu rapidamente e foi adquirida pelo MeetMe por US$ 100 milhões em 2011.
  • Farrah Gray: Farrah Gray é um empreendedor norte americano que se tornou milionário aos 14 anos de idade. Ele fundou a Farr-Out Foods, uma empresa de alimentos, e se tornou um palestrante motivacional e autor de best-sellers.

Brasileiros (as)

  • Bel Pesce: Bel Pesce é uma empreendedora brasileira conhecida por sua trajetória empreendedora e inspiradora. Ela fundou a FazINOVA, uma escola de inovação, e também está envolvida em vários outros empreendimentos. Bel Pesce ganhou notoriedade por seu livro “A Menina do Vale” e por suas palestras motivacionais.
  • Mateus Bicalho: Mateus Bicalho é fundador e CEO da BeGreen, uma startup que oferece produtos sustentáveis. Principalmente produtos, como canudos ecológicos, feitos de materiais biodegradáveis. Ele fundou a empresa aos 18 anos e foi reconhecido como um dos 30 jovens mais promissores abaixo dos 30 anos pela Forbes Brasil em 2019.
empreendedor
Jovens empreendedoras
  • Tallis Gomes: Tallis Gomes é o fundador do Easy Taxi, um aplicativo de chamada de táxis que se tornou muito popular no Brasil. Ele fundou a empresa aos 22 anos e hoje é considerado uma das principais referências em empreendedorismo no país.
  • Ana Fontes: Ana Fontes é fundadora da Rede Mulher Empreendedora. Uma organização que apoia e incentiva o empreendedorismo feminino no Brasil. Ela começou sua jornada empreendedora aos 22 anos e tem sido uma figura importante no cenário empreendedor brasileiro.
  • Pedro Franceschi: Pedro Franceschi é co-fundador da Quero Educação. Uma plataforma que facilita o acesso à educação superior no Brasil. Ele fundou a empresa aos 18 anos, enquanto ainda estava no ensino médio, e desde então tem sido destaque no setor educacional.

Empreender antes dos 20 anos

Os jovens que optam por seguir esse caminho do empreendedorismo, estão assumindo riscos e abraçando a oportunidade de criar algo significativo e impactante. Enquanto muitos nessa idade, ainda estão descobrindo seus interesses e paixões. E, normalmente, ainda não fazem ideia do que estão fazendo na faculdade, se é o curso certo, ou ainda nem iniciou por medo de errar.

Os jovens que já descobriram suas características empreendedoras, já contam com uma vantagem, a de possuírem energia e entusiasmo inerentes à juventude. Os jovens têm uma perspectiva fresca e uma mentalidade aberta. Algo que lhes permite pensar de maneira criativa e desafiadora. Eles estão dispostos a experimentar, correr riscos e abraçar a inovação, características cruciais para o sucesso empreendedor.

empreendedor
Empreender é seguir carreira.

Além disso, a tecnologia e a conectividade digital disponíveis hoje oferecem acesso a recursos e ferramentas que antes eram inimagináveis. Eles podem aprender, compartilhar ideias e conectar-se com pessoas de todo o mundo, ampliando seu alcance e possibilidades. A internet proporciona um ambiente fértil para que eles possam criar negócios online, explorar nichos de mercado e alcançar públicos diversos.

No entanto, empreender antes dos 20 anos pode ter muitos desafios e até alguns perigos. Irão enfrentar obstáculos pela falta de experiência profissional, os recursos financeiros são mais limitados e equilibrar o empreendedorismo com os estudos ou outras responsabilidades. Além disso, durante o processo podem precisar do apoio de pessoas mais maduras. Como agentes, empresários, investidores, e outros. E estes podem querer tirar vantagens, além do lucro e recompensa devida.

Empreender exige equilíbrio emocional

Concluir que empreender exige controle emocional é essencial para o sucesso de qualquer empreendedor, independentemente da idade. No mundo empresarial, há altos e baixos, desafios e adversidades que podem afetar emocionalmente até mesmo os mais experientes. Ter controle emocional significa ser capaz de lidar de maneira saudável e produtiva com essas situações, mantendo a calma e tomando decisões racionais.

empreendedor
Empreender é seguir carreira.

Além disso, o controle emocional também é importante para lidar com as pressões externas e as opiniões dos outros. Empreendedores frequentemente enfrentam críticas, ceticismo e até mesmo o desprezo de pessoas que não acreditam em suas ideias ou não entendem sua paixão pelo empreendedorismo. Nesses momentos, o controle emocional permite que o empreendedor mantenha o foco em seus objetivos e não deixe que as opiniões negativas o afetem negativamente.

Ter controle emocional não significa eliminar as emoções, mas sim aprender a reconhecê-las, gerenciá-las e utilizá-las de maneira construtiva. Isso envolve desenvolver a inteligência emocional, que inclui habilidades como autoconsciência, autor regulação emocional, empatia e habilidades sociais.

O empreendedorismo não é uma fórmula mágica para o sucesso instantâneo. Requer trabalho árduo, dedicação e aprendizado contínuo. É fundamental que os jovens empreendedores busquem conhecimento, mentoria e apoio para enfrentar os desafios que encontrarão ao longo do caminho.

Fique por dentro de tudo que rola no mundo, falamos tudo de tudo.

E todos os dias trazemos artigos novo com conteúdos diversificados. Leia também: Empreender depois dos 40: Leia aqui dicas exclusivas. | Empreendedorismo feminino: número de mulheres na liderança de um negócio aumentou em 2023

Livro sugerido: O milionário mora ao lado: os surpreendentes segredos dos ricos – por Thomas J. Stanley | Instagram, WhatsApp e Facebook para Negócios: Como ter lucro através dos três principais canais de venda – por Luciano Larrossa

Artigo anteriorBolsa de valores e fundos imobiliários, qual a diferença?
Próximo artigoA dieta do ovo
Redatora freelance (full time). Escritora, digitadora e corretora de textos e artigos generalizados. Excel Avançado. E Assistente Administrativo remoto.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui