Os relacionamentos são primordiais para que possamos evoluir como pessoas, agir com gentileza e empatia com o próximo, principalmente com quem amamos e temos um certo carinho. Inegavelmente, se relacionar com alguém não é fácil, tanto família, como amigos e um (a) companheiro (a) exigem um esforço para compreender o outro, o que se passa, os sinais e algo essencial, a linguagem do amor. Além do mais, evoluir o seu relacionamento para melhor requer entendimento de ambas a partes. Descubra quais são as cinco linguagens do amor.

Certamente cada pessoa tem suas diferenças, possui seus próprios valores e objetivos, para alguém fazer parte da vida da pessoa, há um processo, o de conhecer ao outro. Todavia, enquanto você conhece, vai aprendendo sobre a pessoa que você está se relacionando, os gostos, os hobbies, como é a rotina e com isso ocorre a evolução dos dois para um relacionamento. Porém, criar um relacionamento com alguém exige esforço em muitas situações, pois você está adentrando um “mundo diferente” para querer fazer parte da vida da pessoa. 

Em suma, um relacionamento possui pilares essenciais bem como; a confiança, a lealdade e o respeito, sem esses principais pilares, um relacionamento não tem possibilidade de evolução e muito menos para os indivíduos crescerem para si próprios.

Inegavelmente, relacionamentos são aprendizados constantes, todos os dias algo novo tende a ser aprendido, há momentos bons e ruins, assim como todas as situações pelas quais passamos durante a vida. Desse modo, veja como um relacionamento pode ser considerado não só saudável, mas também duradouro: 

  • Se você faz despertar o melhor no seu companheiro;
  • Impõem limites saudáveis;
  • Os problemas não são deixados para depois, são resolvidos;
  • Há um respeito mútuo;
  • Existe a comunicação entre ambas as partes.

Para um relacionamento ser saudável exige muito mais de si mesmo, porque você só consegue desenvolver se tiver amor próprio, autoconhecimento e confiança em si. Além disso, se você não possui e não tenta evoluir esses pilares da sua vida, qualquer relacionamento que você tente construir vai faltar um dos pilares citados acima que são primordiais em um relacionamento. Trabalhe e busque evoluir o seu interior, você mesmo antes de entrar em um relacionamento, uma vez que você construí-lo precisará de uma base sólida. 

Em suma, há diversos livros sobre psicologia comportamental, relacionamentos e desenvolvimento pessoal que podem estar auxiliando o processo de autoconhecimento, desenvolvimento de relacionamento e aprender um pouco sobre os comportamentos dos seres humanos. Evoluir por conta própria torna tudo mais especial, uma vez que a busca pelo conhecimento é constante, para melhorar nos seus relacionamentos com as pessoas e o livro sobre as 5 linguagens do amor pode ser importante. 

Com mais de 30 anos de experiência em aconselhamento de casais, Gary Chapman, percebeu ao longo desse tempo que cada pessoa tem uma forma de demonstrar o amor que sente pelo outro com um gesto diferente. Quando não há um entendimento entre ambas as partes sobre como é demonstrado o amor que sente pelo outro, há uma desavença e acontece de não entrar em consenso, por exemplo, assim havendo uma falha de comunicação. É essencial saber as linguagens do amor com o propósito de desenvolver relacionamentos duradouros. 

As linguagens do amor são importantes para quem deseja se desenvolver e aprender mais sobre relacionamentos, bem como evoluir e crescer nessa área da vida. São separadas em 5 formas, depois de identificada a sua linguagem do amor e a do seu parceiro, praticando, você colherá os benefícios, pois é um aprendizado para a vida toda e que nunca será esquecido, então, não só em relacionamentos amorosos, mas pode ser praticado também com a família e os amigos. 

Essas são as 5 linguagens do amor tratadas no livro de Gary Chapman. Sobretudo, veja porque estes são aprendizados para a vida toda e para os seus relacionamentos serem mais duradouros e prósperos.

Quais são as 5 linguagens do amor?

1. Palavras de afirmação

Linguagem do amor.

Quem possui essa linguagem se sente valorizado, importante e confiável ao ouvir as palavras de afirmação do seu (sua) companheiro (a). Porque escutar coisas que esquentam o coração, faz ter certeza de que está com a pessoa certa e no caminho correto com ela. Como, por exemplo; ouvir um eu te amo constantemente assim como palavras de encorajamento. Enfim, essas são algumas frases bem comuns constantemente ditas por quem faz uso das palavras de afirmação. 

2. Tempo de qualidade

Linguagem do amor.

Certamente, o tempo de qualidade já diz muito, passar um bom tempo com o (a) amado (a), gostar de estar por bastante tempo por perto, receber a total atenção enquanto estiver com ele (a) durante esse período. Alguns exemplos são: sair para jantar ou até mesmo ficar em casa assistindo um filme. Porque oque realmente importa para essa pessoa é estar junto, mas se você não dá atenção suficiente, a pessoa sente que não recebeu a sua atenção naquele momento enquanto esteve com você.

3. Toque físico

Linguagem do amor.

De fato, para quem possui essa como linguagem de amor principal, através do toque físico é possível demonstrar que ama a pessoa, com toques e carinhos ao longo do dia. Como, por exemplo; um carinho, um abraço e um beijo. Assim sendo, esses são alguns exemplos de demonstração de afeto através do toque físico e não só no dia a dia, mas também durante o ato sexual, nas preliminares. Em princípio, são vão várias formas de demonstrar o seu amor pelo toque físico e fazer o (a) seu parceiro (a) se sentir amado (a).

4. Atos de serviço

Linguagem do amor.

Ademais, os atos de serviço são feitos por aquelas pessoas que gostam de estar sempre dispostas a realizar algo, a agir com gentileza com a outra pessoa, esse é um dos mais comuns vistos como linguagem do amor nas pessoas. Veja alguns exemplos: oferecer ajuda para algo, um auxílio para fazer uma refeição ou cuidar. Essas são as principais formas de demonstrar atos de serviço para quem se sente amado e compreendido dessa forma. 

5. Presentes

Linguagem do amor.

Em suma, última linguagem não trata-se principalmente do valor monetário, mas sim do fato de ter sido lembrado, pela outra pessoa parar, pensar e escolher algo especial para dar em uma ocasião para a outra. Além do mais, quem não ama receber presentes, não é mesmo? Pois vindo da pessoa que ama torna tudo mais especial, assim a pessoa se sente muito mais amada e dessa forma sabe o tamanho da importância para o outro.

Será que é possível ter mais de uma linguagem de amor? Certamente é possível sim. A psicóloga Ana Faustino explica que, baseado no livro de Gary Chapman, cada um possui uma linguagem primária, quando é escutado alguém se comunicando naquela linguagem, ocorre perfeitamente uma compreensão. De acordo com a profissional, “ou seja, essa linguagem me conecta com o outro, a fim de fazer com que eu me sinta realmente percebida, valorizada, respeitada, amada a linguagem que fala mais ao meu coração, que fala mais comigo.” 

Em conclusão, tratamos sobre os relacionamentos, como eles podem ser saudáveis e sobre as 5 linguagens do amor. Embora você ainda não conhecia, poderá desfrutar deste conteúdo amplo com informações sobre a linguagem do amor de cada ser humano e como demonstrar ao (à) seu (sua) parceiro (a).

Artigo anteriorExercícios para fazer em casa: malhe no conforto do seu lar
Próximo artigoVeja como usar a transparência colorida e arrasar no look
Empresária - CO-Fundadora do grupo JGMC somos especializados em produção de conteúdo, mais informações no site: https://jgmc.tech

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui