Maltês

História da raça

Acredita-se que a raça Maltês tenha surgido na ilha de Malta, localizada no Mediterrâneo, há mais de 2.000 anos. 

No entanto, a origem exata desta raça é incerta, já que há poucos registros históricos. Esses cães eram extremamente valorizados pela nobreza maltesa. Sendo utilizados principalmente como animais de estimação.

Durante a Idade Média, os cães Maltês foram levados para a Europa por mercadores e comerciantes, em uma época de grande fluxo de animais exóticos. 

Eles rapidamente ganharam popularidade em países como França, Inglaterra e Itália. Sendo considerados um símbolo de status entre a nobreza europeia.

No entanto, a história da raça não foi sempre pacífica. Durante a Primeira Guerra Mundial, muitos malteses foram mortos ou abandonados. E a raça quase desapareceu completamente.

Felizmente, um pequeno grupo de criadores trabalhou para salvar a raça, e eles eventualmente se recuperaram.

Com o tempo, a raça Maltês se espalhou por todo o mundo, sendo cada vez mais popular em diferentes países e culturas. 

Nos Estados Unidos, por exemplo, os cães malteses foram reconhecidos como uma raça oficial em 1888. E rapidamente se tornaram populares entre as celebridades de Hollywood nas décadas de 1920 e 1930.

Características físicas

Os cães Maltês são cães de pequeno porte, com uma aparência distinta e encantadora. Eles geralmente medem entre 20 e 25 centímetros de altura na altura do ombro, e pesam de 1,5 a 4 quilos. No entanto, essa aparência frágil esconde um cão bastante ativo e ágil.

A pelagem do Maltês é uma das suas características mais notáveis, com pelos longos, sedosos e brancos. 

Mas, essa pelagem requer cuidados frequentes e intensos, para evitar que se embole ou suje. Alguns criadores preferem cortar o pelo para facilitar a manutenção. Mas essa escolha pode prejudicar a aparência natural do cão.

Outra característica distintiva do Maltês é a sua cabeça redonda e o focinho curto, que dá a eles uma aparência de brinquedo. 

Seus olhos são grandes e expressivos, geralmente de cor escura, e suas orelhas são longas e pendentes. Essas características físicas ajudaram a tornar o Maltês uma das raças de cães mais populares do mundo. Tanto para famílias quanto para pessoas solteiras.

Maltês

Personalidade da raça maltês

Os caninos da raça Maltês são reconhecidos por sua inteligência e afeto. Eles gostam de estar próximos aos seus donos e são extremamente leais e dedicados. 

Esses cães são excelentes companheiros e se dão muito bem com crianças. Desde que sejam tratados com respeito.

Devido ao seu afeto, os malteses exigem muita atenção e carinho. Eles adoram brincar e passear, mas também ficam felizes apenas ao lado de seus donos. 

Maltês

Entretanto, esses cães podem ficar ansiosos quando deixados sozinhos por períodos prolongados. O que pode levar a problemas comportamentais, como latidos excessivos ou destruição de móveis.

Os malteses também são cães inteligentes e facilmente treináveis. Eles adoram aprender truques e são muito bons em obediência básica. 

Eles podem ser teimosos em algumas situações, requerendo treinamento consistente e positivo para se tornarem cães bem-comportados.

Os cães Maltês são muito afetuosos, leais e inteligentes. Eles precisam de muita atenção e carinho e são excelentes companheiros. 

São fáceis de treinar, mas requerem treinamento consistente e positivo. Se você busca um cão de companhia amoroso e leal, o Maltês pode ser a escolha certa para você!

Cuidados necessários

Cuidar de um cão Maltês requer certos cuidados para mantê-lo saudável e feliz.

Higiene: O pelo branco e sedoso dos Maltês precisa de escovação regular para evitar nós e emaranhados. Além disso, seus donos devem manter suas orelhas e olhos limpos. Pois eles são suscetíveis a infecções. 

Os dentes dos malteses também precisam de atenção especial. Uma vez que são propensos à doença periodontal. Escovações regulares e limpeza dental ajudam a prevenir problemas dentários.

Alimentação: Os malteses precisam de uma dieta equilibrada e saudável para garantir que tenham energia e se mantenham saudáveis. Seus donos devem alimentá-los com ração de qualidade e evitar dar alimentos inadequados para cães. 

Como chocolate e cebola, que podem ser tóxicos. A quantidade de alimento também deve ser monitorada para evitar que o cão se torne obeso.

Exercícios físicos: Apesar de pequenos, os Maltês precisam de exercícios diários para manter a saúde física e mental. 

Passeios diários são uma boa opção para mantê-los ativos. Eles também podem ser levados para brincar em parques caninos e praticar atividades como agility e obediência.

Saúde geral: Os donos devem estar atentos a sinais de problemas de saúde em seus malteses. Eles são propensos a problemas de saúde como luxação patelar, problemas de visão e alergias. 

Exames regulares com o veterinário são importantes para detectar problemas precocemente e tratá-los adequadamente.

Manter a higiene, alimentação adequada, exercícios físicos regulares e cuidados de saúde adequados são fundamentais para manter os cães Maltês saudáveis e felizes.

Maltês

Curiosidades sobre o maltês

A raça Maltês é dotada de peculiaridades que arrebatam o coração de muitas pessoas. No entanto, você já imaginou que a história desses cachorrinhos é rica em fatos curiosos e fascinantes? 

Pois é, a história desses pets é repleta de peculiaridades que podem ser desconhecidas por muitos. Portanto, se você é um apaixonado por cães e deseja saber mais sobre essa raça em particular, continue lendo!

Os Maltês são conhecidos por serem cães de colo, o que os torna os companheiros ideais para quem busca uma raça pequena e afetuosa. 

Eles adoram estar próximos de seus donos e demonstram uma lealdade e afeto incomparáveis. No entanto, não é só isso que faz dos Maltês uma raça singular. 

Cão de obra de arte

Eles também já foram representados em diversas obras de arte ao longo da história, desde pinturas renascentistas até filmes modernos. 

A título de exemplo, a pintura “Retrato de Madame de Pompadour“, do artista François Boucher, mostra a Marquesa de Pompadour com seu cão Maltês no colo. Impressionante, não é mesmo?

Mas não é apenas a presença dos Maltês em obras de arte que torna essa raça única. A pelagem desses pets é um aspecto muito valorizado. Pois, é macia e sedosa como cabelo humano. 

Porém, é fundamental ter precaução para manter o pelo limpo e desembaraçado, uma vez que ele pode embaraçar facilmente. Mesmo quando envelhecem, os Maltês não perdem a aparência jovem e fofa. O que os torna ainda mais atraentes.

Todavia, uma das curiosidades mais interessantes sobre os Maltês é que eles são cães silenciosos, ou seja, latem pouco. 

Esse aspecto faz deles animais ideais para quem vive em apartamentos ou em locais onde o barulho pode ser um problema. 

Portanto, se você está cogitando adotar um Maltês, não deixe de se informar sobre seus cuidados específicos. E esteja preparado para oferecer muito amor e atenção a esses cãezinhos especiais.

Maltês filhote

Tipos de Whey Protein: você conhece a diferença entre eles?

Artigo anteriorHipertensão: doença silenciosa pode levar à morte e complicações
Próximo artigoEndividados: pessoas com dívidas têm diretos a serem respeitados
Hanna Cortês, redatora e copywriter. Especializada em criar conteúdos envolventes para diversas marcas e blogs, ajuda empresas a atingirem objetivos de comunicação de forma criativa e impactante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui