Os sintomas de varíola dos macacos possuem uma grande similaridade com com a conhecida varíola humana, que foi uma infecção bem comum pelo vírus Ortopoxvírus que foi declarada erradicada mundialmente em 1980 após a vacina.

Imagem ilustrativa referente a varíola dos macacos. Reprodução: Google Imagens

Descubra quais são os principais sintomas da Varíola do Macaco e saiba quais são os possíveis tratamentos

Para entender como funciona varíola do macaco, casos e demais informações leia este artigo e se inteire com as últimas informações sobre sintomas e tratamento da enfermidade.

Oque é a Varíola dos macacos?

Uma típica zoonose viral a varíola dos macacos é transmitida por animais para humanos através de contatos com dna destes animais contaminados pelo gênero Orthopoxvirus da família Poxviridae.

Muito embora o nome desta doença seja varíola do macaco, é muito importante saber queque a transmissão ocorre principalmente a partir de roedores comuns em determinadas regiões da África, e não propriamente dos macacos.

E sim, atualmente a transmissão já se dá de pessoa para pessoa e é o que acontece no Brasil, hoje em dia, e as principais se dão através de lesões ou secreções respiratórias, relações sexuais e compartilhamento de material contaminado entre indivíduos.

Entenda quais sintomas da varíola dos macacos?

Existem alguns principais sintomas que se manifestam em humanos e são bem parecidos a varíola comum, estes sintomas necessitam atendimento imediato e se tratam de:

  • Dores musculares e no corpo;
  • Fraqueza;
  • Aumento dos linfonodos;
  • Cansaço;
  • Febre muito alta;
  • Lesões de pele, bolhas que aparecem no rosto e nas genitais;
  • Pele que coça muito e dói;

Práticas sexuais aumentam risco de transmissão: Entenda

Importante frisar que a transmissão da doença se dá por contato próximo com uma pessoa infectada, especialmente se há contato com essas lesões. Também é possível contrair o vírus por meio de secreções respiratórias, fluidos corporais, ou objetos, tecidos e superfícies utilizados pelo indivíduo contaminado com a varíola do macaco.

E infectologistas estão observando que o contato íntimo, que é prolongado durante atividades sexuais aumenta a transmissão da doença.

Um estudo do New England Journal of Medicine, que analisou as amostras de mais de 520 infecções em 16 países, de abril a junho de 2022, indica que em 95% dos casos o vírus foi transmitido através de “atividade sexual”.

Sexo oral, anal e vaginal, além do toque de órgãos genitais (pênis, testículos, lábios e vagina) ou ânus de uma pessoa com a doença. Já que as lesões também podem estar presentes em outras regiões do corpo, como os braços e as pernas, o preservativo não é suficiente para evitar o contágio.

Lembrando que o beijo, massagem e esportes corpo a corpo também podem promover contato direto com as feridas e transmitir a doença de maneira mais simples.

Fonte: https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2022/08/02/qual-e-o-risco-de-pegar-variola-dos-macacos-em-atividades-do-cotidiano.htm

Como “começa” a se manifestar a doença?

Ela se inicia por volta de três semanas após a exposição ao vírus. Sintomas relativos a febre, calafrios, aumento de gânglios, dores musculares, dor de cabeça, cansaço e fraqueza, além de sintomas respiratórios, como congestão nasal e tosse, são comuns.

Entre 1 a 3 dias após o início desses sintomas, surgem as primeiras lesões na pele.

Saiba como se prevenir:

Tome medidas de higienize bem materiais que for utilizar em ambientes desconhecidos, use álcool gel nas mãos. Evite as aglomerações, afinal é difícil distinguir quem pode ou não estar contaminado com varíola e lembrando que casos de covid 19 também seguem acontecendo.

No entanto medidas higiênicas são mais importantes também para evitar contaminações com outros vírus como da Covid 19 e também a varíola do macaco.

Suspeita que está com varíola do macaco: o que fazer?

Entre em contato com centro médico mais próximo ou posto de saúde de seu bairro, principalmente em caso de sintomas irem evoluindo para fazer descarte de infecções complicações maiores. Depois de confirmado o caso, deve evitar contato com pessoas e fazer a quarentena de isolamento, a fim de evitar contaminação.

Tratamento

Antitérmicos e analgésicos, remédios para dores musculares, que devem ser definidos de acordo com cada caso pelo profissional. Tendo em vista que a varíola do macaco ainda não possui um tratamento definido.

Leia também outros conteúdos da semana:

Melhores cidades do mundo 2023: As 5 que você precisa conhecer

Feriados Em 2023: Saiba Quando Descansar, Calendário Nacional

Artigo anteriorFeriados Em 2023: Saiba Quando Descansar, Calendário Nacional
Próximo artigoMetaverse Fashion Week já possui data para a segunda edição
Empresária - CO-Fundadora do grupo JGMC somos especializados em produção de conteúdo, mais informações no site: https://jgmc.tech

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui